segunda-feira, 15 de maio de 2017

FORÇA MENTAL DESREGRADA E O PERISPÍRITO




PERGUNTA: Temos lido afirmação de que, devido à sua persistente atuação, a força mental produzida pelo pensamento desregrado causa modificações tão profundas na fisionomia de certos desencarnados, que alguns chegam a apresentar verdadeiros estigmas animais. Podeis nos dizer alguma coisa a respeito desse assunto?

RAMATÍS: — Realmente, há modificações que se processam no perispírito de certos desencarnados, dando-lhes aspectos exóticos ou repulsivos, em que, muitas vezes, reproduzem as feições de conhecidos animais. Mas é certo que também os encarnados podem revelar em sua fisionomia os mais variados estigmas resultantes das vicissitudes morais, ou então dos vícios aviltantes. A face da criatura humana assemelha-se à tela cinematográfica refletindo as sensações do filme; ali plasmam-se tanto os estados de ventura, bondade e otimismo, como se refletem as subversões íntimas e insistentes do ódio, da cupidez, da astúcia ou da avareza.
O semblante humano retrata prontamente as investidas emotivas da alma, assim como registra os seus mínimos pensamentos. Quantas vezes não tendes notado que os rostos das criaturas escravizadas ao vício e às paixões aviltantes são parecidos à fisionomia de certas aves e animais!

domingo, 30 de abril de 2017

ELUCIDAÇÕES DE RAMATÍS COBRE O AVANÇO CIENTÍFICO E A HUMANIDADE -



PERGUNTA - Mas o avanço científico e o progresso técnico do mundo não poderiam transformar a Terra num planeta mais confortável e ameno, proporcionando aos homens uma vivência agradável e equilibrada?


RAMATÍS - Assim como o homem canceroso não recupera a saúde, só em mudar da choupana miserável para o hospital especializado, nem o inquilino se torna mais inteligente ou sensato, trocando de apartamento, os espíritos dos terrícolas não se convertem em criaturas pacíficas e benfeitoras, unicamente pelo fato de a ciência e técnica transformarem o seu orbe num mundo confortável e agradável. Da mesma forma, o requinte técnico, a modernização e o luxo aplicado na escola primária não extinguem a estultícia, ignorância, rebeldia e maldade dos alunos ignorantes.

sexta-feira, 21 de abril de 2017

REFLEXÕES - POR QUE NÃO SOU FELIZ?



As pessoas mais sensíveis e com maior facilidade de melindrar-se ao menor choque, se “desmantelam” emocionalmente.
Existe um grupo de pessoas em todo o mundo com características emocionais muito parecidas entre elas, também fazem interpretações das situações rotineiras com uma visão distorcida da realidade, o que pode causar-lhes muitos dissabores.

sábado, 15 de abril de 2017

CUIDADO COM O QUE FALAS




O pensamento é a “ferramenta” mais poderosa do Universo. A fala é o seguimento do pensamento que se materializa em sons. As palavras têm energia.
Em nossa mente passa todo tipo de imagem e informação de acordo com nossas afinidades e gostos e cada ser humano é dotado de uma personalidade própria, pois somos o reflexo de nossas experiências passadas e presentes sejam elas positivas ou não, isto é, exteriorizamos nossa personalidade através também da nossa fala.  Manifestamos aos outros tudo aquilo o que sentimos; nossas ideias, afirmações, medos, anseios, alegrias, frustrações, até mesmo nossos sonhos não realizados se materializam através do verbo (através das lamentações) as reclamações, impropérios, etc.

domingo, 9 de abril de 2017

AMIZADE COLETIVA



A amizade coletiva é de amplitude infinita, e disso depende a alma em crescimento na vida. Compreender o valor dos outros e o intercâmbio entre as criaturas é despertar o amor permanente no coração. A coletividade é uma família maior, e para que essa comunidade seja feliz, necessário se faz que reine paz em todos os corações.

A sociologia moderna induz o homem ao preparo em todos os níveis do entendimento. Que a oportunidade de aprender se estenda aos companheiros do campo, das favelas, às domésticas e aos menos favorecidos pela sorte, consoante a velha máxima bíblica: "Ganhareis o pão com o suor do vosso rosto", ou ainda, segundo um provérbio que diz: "A verdadeira caridade consiste não em dar peixe
ao homem, mas em ensiná-lo a pescar".