terça-feira, 5 de fevereiro de 2019

CEGOS GUIANDO CEGOS




Todos nós em algum momento iremos fechar nossos olhos para a realidade que nos cerca, seja por medo, por orgulho, por ignorância ou por revolta. Isso é sui generis! É da nossa característica humana, enquanto espíritos infantis que caminham para Deus.

Na medida que o esclarecimento nos bater à porta, deixamos pouco a pouco a ignorância para trás e vamos transformando o torto em reto, o mau em bom, as deficiências em pequeninas perfeições, e assim vamos crescendo espiritualmente.

domingo, 3 de fevereiro de 2019

MÉDIUNS INVIGILANTES E OS ESPÍRITOS ENGANADORES


A mediunidade é inerente ao ser humano. Uma questão orgânica que nada tem a ver com determinada “missão” dentro do espiritismo ou da Umbanda, por exemplo.

Muita gente pensa que por ser médium “é missionário e escolhido de Deus”... Mediunidade é mais uma característica das humanas criaturas, isso pode ocorrer com qualquer um de nós, espíritas, católicos, evangélicos, budistas, ateus, etc. Independe de religião ou da falta de uma. Tem a ver com a nossa necessidade de evolução.

Milhares de pessoas que são médiuns, em todo o planeta, sofrem com a desinformação e mais ainda com a falta de estudos que possam esclarecer de forma rica e simples as causas dos tormentos de ordem psíquica, geradoras (muito mais nos neófitos) das mais complicadas situações e sofrimentos.

O maior “vilão” das criaturas que são médiuns é a falta de informação e de estudos sérios e sistemáticos, nessa área.


 

Marcelina descobriu-se médium desde pequenina. Cresceu dentro de um templo umbandista, na década de 1950. A mediunidade aflorou e logo estava servindo e desenvolvendo-se.

O tempo passou ela cresceu, tornou-se uma linda moça e logo casou-se. Alguns anos depois vieram os filhos. Também como ela, cresceram dentro dos terreiros umbandistas aprendendo a cultura do povo escravizado que veio para o Brasil. Aos poucos cresciam e ia seguindo os mesmos caminhos dos mais velhos, dentro da temática Umbandista.

Certo dia ela parou e pensou na sua vida. Concluiu que tinha suas entidades dava passagem para todas, era uma médium muito procurada nas casas onde servia, mas alguma coisa ainda faltava...

domingo, 9 de dezembro de 2018

COMO É CASAMENTO EM MARTE?


Resultado de imagem para CASAMENTO FELIZ


PERGUNTA: Há em Marte um período de noivado, e, em seguida, o casamento, à semelhança do que se passa na Terra?

RAMATIS: Entre vós, comumente, a fase de noivado é de exagerado sentimentalismo, em que o homem e a mulher trocam juras ardentes, na esfera das paixões efêmeras ou da poesia insincera, para depois instituírem um purgatório na figura de lar doméstico.
Na realidade, ó noivado terrestre ainda é a confusão do "amor espiritual" com o "amor carnal". Somente no declinar da existência, quando a mente rememora os excessos instintivos e zelos tolos que lhe abreviaram a vida pungente, é que se compreende a lição triste das cicatrizes produzidas pela ausência do amor verdadeiro e altruístico, do espírito eterno.

domingo, 25 de novembro de 2018

O EGO E O INTELECTO




A inteligência aprimorada é o resultado de estudos e análises, reflexões e testes incansáveis no campo do saber. Cada um “estaciona” num determinado ponto da ciência, escolhe o roteiro e especializa-se aos poucos na área de maior interesse dentro do que simpatiza-se nossa alma.
E como é de se observar, cada um de nós está num ciclo evolutivo e buscando “alguma coisa” específica ou não, para saciar a sede de conhecimento.

terça-feira, 30 de outubro de 2018

SINTONIA EM GRUPO



Os espíritos, de modo geral, estão reunidos em grupos, com fortes tendências para o amor, desde sua formação. Viver conjuntamente é uma necessidade
orgânica e espiritual, individual e coletiva. Ninguém consegue viver só, desde o
minério às plantas, dos animais aos homens, e destes aos anjos.
Matéria e espírito se confundem. 
Quando queremos nos aprofundar, tanto em uma quanto em outra, vemos que tudo é